31.7.08

LAMENTO AFRICANIDADES

Lamentamos o restabelecimento da pena de morte na Libéria.

Libéria : la peine de mort rétablie pour stopper la criminalité

Lamentamos as emendas constitucionais levadas a cabo por alguns parlamentos africanos (como o parlamento senegalês, que acaba de aumentar o período do mandato presidencial de 5 para 7 anos). De acordo com um estudo do constitucionalista senegalês Ismaïla Madior Fall, levado a cabo em três países da África Ocidental, tais modificações assentam numa lógica de "conservação do poder".

Curioso como políticos como Abdulai Wade, PR senegalês, que passaram anos na oposição, tendo sido inclusivé presos, podem ter a memória tão curta. Por falar em Wade e no Senegal, os Reporteres sem Fronteiras inquietam-se pela liberdade de imprensa no país.

1 comentário:

Guilherme Freitas disse...

A pena de morte é algo que não acrescenta nada para um país. Eu sou totalmente contra ela, ninguém tem o direito de matar alguém, mesmo que esse alguém mereça.