24.5.07

UM RIO QUE CORRE AO CONTRÁRIO

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


No tabuleiro da ponte que passa por cima do Níger, ainda na Guiné-Conakri, vêm-me à lembrança as aulas de geografia. Foi ali que realizei as minhas primeiras viagens, ainda criança, contemplando nos mapas as linhas dos rios do mundo, que gostava de conhecer.

A olhar o planisfério aprendi os mais importantes rios de cada continente. A particularidade do Níger, que o torna diferente de muitos outros, é que grande parte da sua água desaparece por evaporação, antes de chegar ao mar. Se olharmos para o mapa, verificamos que não é difícil este rio sumir-se no céu: o Níger nasce nas montanhas do Fouta Djalon, na Guiné-Conakri e, antes de se encaminhar para o mar, vai passear-se vadio ao deserto.

Do alto da ponte, com as aulas de geografia na memória, penso que talvez os professores me tenham enganado. “Aquilo” lá em baixo não é um rio. É uma estrada de areia. Pergunto a uns miúdos que passam de carroça se o Níger, o grande rio, é mesmo ali. Dizem-me que sim, mas que nesta altura corre ao contrário. Não há água no seu leito. A areia que vejo, dizem-me, é o Sahara, que o Níger quer levar à sua nascente.

8 comentários:

csm disse...

Jorge, sabe muito bem poder voltar a ler as tuas palavras... já tinha saudades de ver essa África que conheço, em parte, retratada pela tua sensibilidade.
Boa estadia!!!
Beijo para ti e para a Cláudia

Lopes disse...

Muito obrigada por partilhar conosco alguns dos segredos desse continente que amo e de que tenho tantas saudades. Faz-me sentir menos que estou do lado errado do mundo para o apreciar! É bom tê-lo de volta.

Patrícia Lopes, Lisboa

Térsio Vieira disse...

O BLOG FICOU MAIS BONITO! LOL

DESEJO-LHE TUDO DE BOM, NESTA AVENTURA... ;)D

QUE DEUS RICA E PODEROSAMENTE LHE ABENÇÕE E LHE AGUARDE!

UM ABRAÇO AFRICANO! ;)

Anónimo disse...

Que fotos estupendas a acompahar estes textos de uma sensibilidade ímpar. Tenho um repto para ti... que tal uma exposição da tua "óptica africana" na 4ª Dimensão? Na tua querida cidade branca do "além tagus"?
Um forte abraço.
Luís Leal

Didier Monteiro, Dakar disse...

Obrigado por estares de volta!!Um abraço

Brigida Rocha Brito disse...

Imagem renovada e melhorada :-) Parabéns!

Afi disse...

Acompanhando como sempre o seu blog.
Apreciei a a foto do rio Níger quase seco. Provavelmente ele corre mas debaixo da areia.

Jeus L. Torres disse...

Olá Grande Jorge!
Sou professor de Geografia na Pré-Amazonia Brasileira(MARABÁ-PA), estou lendo um livro de J. Ayoade (Introdução a Climatologia Tropical) e neste contém várias informações sobre o clima da terra e seus condicionantes como os rios, que muito o altor ressalto o Ningér, além de claro também relembrar da minha aulas de geografia quando ainda estudava o ensino básico.
Bom a minha visita aqui é pedir a você (se tiver é claro) que me envie a nascente exata (com a localidade) do Rio Ninger no Google Earth.
Um abraço!
Professor, Jeus!
jeuslt@gmail.com