4.8.08

FIM DE LINHA

O retrovisor dá-me a perspectiva do que está para trás, do que vai ficando distante, submerso na lama dos dias ou difuso na poeira dos arquivos. Do que não se torna a ver.

AFRICANIDADES foi o que foi, uma estrada de pensamentos que saltavam dos dedos directamente para a rede - sem censura - muitas vezes enlameados devido à chuva, outras empoeirados por causa do sol, tal como a meteorologia que nos aquece e alegra os dias. Vamos embora no melhor da festa, mas a vida é assim mesmo, nem sempre se pode ficar até ao fim. Obrigado às pouco mais de 300 mil visitas pela paciência de ir passando e nos ir lendo ao longo destes cinco anos. Obrigado aos bissau-guineenses que tão bem nos acolheram. Boa sorte Guiné-Bissau. Até sempre!

Photobucket

Photobucket

9 comentários:

Antonio Fidalgo disse...

Nem sempre comentei mas fui visitante assíduo nos últimos dois anos.
Tenho que agradecer a partilha de experiências e vivências veiculadas aqui. Não apague o blog da rede, e use-o para nos dar novidades de outros rumos ou intenções.

Abraço
Antonio Fidalgo

Raízes disse...

Esperemos que seja um até sempre. Fui um leitor assíduo ao longo dos dias,partilhando vivências desta África que nos consome por dentro.
Abraço e até qualquer dia.

Anónimo disse...

Não vai terminar o blog, pois não?! ... pois não?... Não era isso que o post queria dizer, pois não? Por favor... Nem que seja de vez em quando, venha ver-nos. Não quero que tome isto como um patético elogio suplicante, mas o melhor blog sobre África não pode terminar assim, sem aviso prévio!

Bem, de qualquer forma não posso escrever-lhe a implorar que não termine sem lhe agradecer por ter escrito tanto, tão bem e com tanta qualidade quer em termos de forma, quer em conteúdo.

O meu muito obrigada pelos momentos que partilhou connosco, leitores anónimos com uma paixão comum.

Boas Áfricas!

Patrícia Lopes

Anónimo disse...

Será que entendi bem? O Blog vai encerrar?
E Agora? Nós os amantes de África e em particular da Guiné Bissau já estavamos "viciados" era visita regular, ou melhor sempre que iamos á net, verificavamos se no blog já havia novidades. Esperamos que não seja o fim, seria uma perda muito grande.

Martin Pawley disse...

Obrigado polas vivencias compartidas ao longo destes magníficos cinco anos.

Alentejano de Elvas disse...

Eu é que agradeço ! também já há muito que acabei o meu blog, e saí sem me despedir. Sou o Alentejano de Elvas, o da hemodiálise. Obrigado por este blog tão bom, acabo de vir ler as últimas e acabei mesmo por ver a última sem saber nem esperar.Sempre disse que este blog era das coisas mais bonitas e autênticas que conheço na internet.Muitas felicidades. Gostaria de saber se é o fim da estadia em África ou apenas o fim do blog.

Anónimo disse...

Sinceramente..... No me puedo creer que te "atrevas" a cerrar "nuestro" blog AFRICANIDADES!!!!!. Es una mala broma... Pero si es una de las pocas ventanas informativas sobre mi querida Guiné!!!!!. Aunque supuestamente te vayas, sigue con tu blog.

Un abrazo desde una triste y lluviosa Bruselas

Un espiritu voluntario

kandanda disse...

Meu caro amigo, enquanto leitor atento e absorvedor do seu talento de cronista com os pés bem assentes na poeira pujante de uma África pluriparadigmática o meu obrigado; mas, enquanto sedento e sequioso das novas que me habituei a degustar neste oásis da blogosfera sinto-o responsável pelo padecimento de abstinência que doravante se irá instalar no meu desventurado prazer de o ter como elemento essencial na leitura diária do que se vive e não se está para ver “in loco” nessa terra deslumbrante da Guiné!
Estou-lhe imensamente grato, e se um dia voltar a sentir necessidade de lavrar crónicas avise…eu consumo as que amanhar, porque você sabe da poda e eu aprecio o que é bom!
Obrigado,

Jorge Tavares

ivanilde disse...

Adorei o blog, passei por acaso e adorei a surpresa neste fim de dia, é com grande pesar que acabo de me aperceber que ele já não existe, pois já tinha colocado na minha agenda mental que passaria por aqui com imensa frequência,já me estava a preparar para comentar tudo, coisa que nunca sou suficientemente aliciada a fazer, pois sou uma guineense que adora quando ''um branco'' sem os preconceitos naturais (ou então não)de quem não conhece algo, tenha uma paixão ou um gosto pela nossa casa, para além do cenário negro que é o único transmitido pelas tv's. Sou uma guineense que há muito muito muito tempo vive em Portugal, mais precisamente desde o primeiro ano de vida, mas que no entanto quando em ferias com os meus pais sinto-me em casa, apesar deles em jeito de bricadeira dizerem que sou branca sinto que lá pertenço e anseio para que todos conheçam o outro lado do nosso "pequeno e turbulento (mas maravilhoso) país".Espero que tenha sido sempre bem recebido e que viva as saudades como eu as vivo...