28.6.07

EM RITMO DE FERIAS

AFRICANIDADES entra em ritmo de ferias. Nao de calcoes e chinelos, mas de casaco e gola alta. Vamos ali e ja voltamos!

10 comentários:

semdiamantes disse...

Vai para as montanhas?

Então boas ferias!

Térsio Vieira disse...

BOAS FÉRIAS ;)D

Brigida Rocha Brito disse...

Férias? Onde quer que sejam... sabem sempre bem!!!! Aproveite ao máximo e desfrute muito :-) bjs

ELCAlmeida disse...

Boas e tranquilas férias.
Abraços
Eugénio Costa Almeida

Anónimo disse...

Parabens!!!!!!!!!. Merecidas Vacaciones

Té la mà Maria - Reus disse...

mucho gusto en entrar a su blog, felicidades

saludos desde Catalonia Spain

catarina disse...

Mas o senhor está sempre de férias???? Ganda sorte.Quem me dera ter 2 anos seguidos de férias mas acontece que eu não vivo propriamente num estado frágil...estado falhado onde se podem tirar as férias todas que quisermos porque depois há-de ir lá a cooperação portuguesa dar uns bons trocos.Não há dúvida que com as ajudinhas humanitárias não há estado falhado que vá avante...e logo a guiné que é tão bonitinha.Boa ideia, vá de férias.Descanse bastante porque quando voltar está tudo exactamente na mesma...ou pior na nossa gigante placa giratória.Boas férias ao africanidades.

Anónimo disse...

Boas férias e aproveite-as bem aí na placa giratória estado frágil....falhado e perdido.Uma boa oportunidade para tirar 2 anos de férias.Divirta-se e se passar pelos seguranças do PR peça-lhes um cigarrito...é so melhor que deve haver por aí.Viva a placa giratória, estado falhado e frágil à espera da cooperação, desajuda humanitária, trocos, esmolas e parvoíces escritas em blogues armados ao sério disfarçados de bonitinho.Boas férias e até daqui a uns bons 2 anitos.

o comentário surge como anónimo mas é da catarina que tem uma profundissima embirração com estados falhados que pedem esmola.

catarina and the waves

Anónimo disse...

boas férias.Há quem tire 10 anos delas.

Boa viagem com a gola alta.A neve é do melhor que há.

Adeus e até ao meu regresso

catarina and the waves

david santos disse...

POR MUITO QUE CUSTE A MUITA “BOA” GENTE, NÃO VAMOS DEIXÁ-LO ESQUECER.

Esta semana venho incomodar todos os blogues brasileiros. E por quê? Porque não quero que esta data fique esquecida. Mas que data? Pois é, é mesmo isso! Este ano, de 2007 faz 160 “cento e sessenta anos”, que nasceu um grande vulto da poesia brasileira. Quem foi?
Faz também este ano, 2007, 136 “cento e trinta e seis anos” a data do seu falecimento.
Quem foi?

Eu não devia ajudar nada, mas vou-vos dar um cheirinho: “Espumas Flutuantes”, Salvador da Bahia, 1870.

Quem souber, pode deixar a resposta no meu último poste.
Quem não sou, tenha a dignidade de perguntar no mesmo local. Pois aprender não enche barriga nem mata miolo.