12.1.08

VIAJAR EM ESPÍRITO

Certo dia, em conversa com um missionário amante de Angola, após longo tempo sem o ver, questionei-o:

- Então?... E tem viajado até Angola?
Resposta:
- Vou lá todos os dias. Em espírito.

Acontece-me o mesmo com Moçambique. Não há dia que lá não dê uma saltada!

Fotos de Maputo.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

3 comentários:

Anónimo disse...

Há muito que sigo o seu blog porque me identifico com a maioria do que escreve e, principalmente, do que sente. Desta vez o comentário é irresistível pois também eu dou uma saltada a Moçambique todos os dias, não falha um! Já agora e para que se perceba. Vivi lá em criança, de 72 a 74, e fiz a 1ª classe em Nampula no Colégio Nª srª das Vitórias, actual UCatólica. Voltei "a casa" em Fevereiro do ano passado e depois em Agosto e agora em Fevereiro vou outra vez, tornou-se um vício (caro!)...Explicar o que senti quando voltei é mais do que um comentário e penso que não precisa verdadeiramente de ser explicado (e se calhar nem era possível). Fica para a próxima. É por isso, e por me identificar,repito, que sigo o seu blog. Só quem por lá passou, e passa, sabe do que estamos a falar. Bem haja! São

African Queen disse...

Ai... como eu entendo (suspiro :))saudades de Maputo, que é para mim uma das cidades mais lindas que conheço,... de tudo, mas sobretudo do "Tamos juntos!". Ele há lá maneira mais linda de cumprimentar e de nos despedirmos de alguém?

São disse...

É verdade, o "Tamo junto!" e a resposta "Tamo!" passou a ser para nós (eu e outros que que por lá andam ou andaram) não só um cumprimento mas também uma forma de reforçar o envolvimento de duas ou mais pessoas numa mesma situação (boa ou má). Em Fevereiro há mais!...