10.9.07

MARROCOS? NÃO, PORTUGAL! (sem querer ofender os marroquinos)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Imagine, caro leitor, um pequeno aeroporto. Limpo é certo, funcional q.b. e arejado. Agora imagine-se vindo de Oslo – desse “primeiro mundo” metódico e funcional. Aterra nesse aeroporto e a primeira imagem que retém – dizem muitos, uma das imagens mais importantes para quem é turista – é a seguinte:

Homens, muito homens, muitos muitos homens… portando na mão cartazes de agências turísticas, hotéis, pensões e casas particulares. Até aqui nada de mal. Acrescente agora à sua imagem, que muitos desses cartazes estão escritos à mão, com caracteres que um português teria dificuldade em ler… imagine um norueguês! Junte-lhe ainda o facto de muitos desses “muitos muitos homens” estarem sentados nos caddies de bagagens, de pernas abertas. Coloque em cima disso que, à medida que seguram nos cartazes, esses “muitos muitos homens” coçam os genitais para entreter o tempo. Adicione, por fim, uns comentários porcos sobre as “bifas” que passam.

Não reparará o querido leitor, se um ou outro tem palito no canto da boca, porque nessa altura estará tão enojado que apenas quererá sair dali para fora o mais rápido possível! Mas, imagine ainda que quando sai do aeroporto se depara com dois polícias de apito na boca, gesticulando, crentes que quanto mais apitarem e mais gesticularem mais depressa o trânsito fluirá. Face a esta imagem, onde pensará o amigo leitor que chegou?

Marrocos, não é? Eu pensei o mesmo. Após aterrar em Faro, em plena estação alta, com o aeroporto apinhado de ingleses e noruegueses, pensei que algum grupo terrorista tinha desviado o avião para o norte de África. Só tive mesmo a certeza de estar na minha terra, que não meu país (esse é o ALentejo), quando ouvi, em português perfeito, da boca de um desses “muitos muitos senhores” que esperam os turistas coçando o que Deus lhes deu:

- É boa! Queres ver a verdadeira beleza do Algarve!


EPÍLOGO: Gosto muito de Marrocos. De verdade. Um país muito bonito, onde me sinto bem tratado. Nunca lá vi um cenário destes. A comparação foi uma mera liberdade de escrita (outras haveriam).

6 comentários:

Afi disse...

Foi novidade para mim que só conheço o aeroporto de Lisboa.
Mas não fiquei surpreso. Afinal Portugal é um país coerente e homogéneo. Só precisava de uma tabuleta em várias línguas a dizer "homens coçando o saco".

vermelhinha disse...

Boas.

Meu Deus, eu também não conheço esse aeroporto, mas já estou cansada só de imaginar.

Também já visitei outros países e essa imagem nunca a vi.
Somos pior que os chamados 3º Mundo.

Cumprimentos.

Para o alto e avante! disse...

Ola,
Desculpe invadir assim seu blog.
Conheci atraves do blog do Afi. Gostei e queria pedir permissao para vir te visitar mais vezes...

By the way, a descricao que fez tah parecendo mais de terminal rodoviario do que de aeroporto. Achei o maximo... muito bem descrito.

Rubina disse...

Mas para os noruegueses até deve ter piada, essa mistura de cores e pruridos, afinal o mundo perfeito também cansa...lol...

semdiamantes disse...

F****, como é possivel! mas tb não se pode pedir q se retirem dali, pq é falta de respeito pelas pessoas, q ao menos não estão a roubar ninguem, visivelmente! Antes a imagem que trago da Nazaré, quartos, chambres e zimmers! -;)))Haja Homem para escrever o q escreve!

Anónimo disse...

Gostei de blogg e vou voltar sempre ler e escriver ...
Aproveito por um pequeno anúncio :
Já abriu o Menta Couscous Marroquino : Rua do Breiner nº248, Cedofeita , Porto
Venha exprimentar as nossas especialidades marroquinas: Saladas e sopas, tagines e couscous , doces e chás.
Contacto: Ali 916511433
Obrigado
Cumprimentos