4.9.07

TAP - Take Another Plane

Uma risota, esta companhia, que temos que aturar, nós clientes de segunda, só porque provimos (ou vamos) de (para) Bissau.

Um bilhete prémio (desses que se ganham depois de muito voar na companhia - a lógica do "dá-me um porco e eu ofereço-te um presunto") tem que ser marcado com oito meses de antecedência!!! Ou seja, já só há bilhetes prémio na linha de Bissau para Abril do ano que vem.

Bem pode a administração tentar amansar estes clientes com palavras doces em cartas bonitas (refiro-me à resposta ao abaixo assinado de há uns meses). Factos são factos:

- um bilhete emitido em Bissau custa mais 50 euros que um bilhete emitido noutro lado, pelo simples facto de... ser impresso em Bissau!

- o check in faz-se seis horas antes do vôo e não duas, como é normal em todo o mundo. Porque se perde meio dia de trabalho, cada vez que se viaja? Porque se trata de Bissau!

- os preços são o resultado do despotismo de uma companhia sem concorrência na referida linha. É Bissau!

- as malas continuam a ficar pelo caminho (serão aventadas pela porta ali no Sahara?!)

A sorte da TAP, é que não há mesmo "other planes" em Bissau (só os da droga, mas esses já levam carga que chegue). Por isso temos que nos conformar com os preços altos, mas acima de tudo com a falta de honestidade.

1 comentário:

Afi disse...

É o que se chama abuso de posição dominante. Para isso é que servem os monopólios. "Queres, queres, se não queres, queres à mesma".
Máfia Legal.