16.2.08

BORRADA À PORTUGUESA

A política de Portugal para África foi sempre desastrosa. Antes das independências, depois das independências e hoje em dia. Vai continuar a sê-lo atendendo às atitudes de altos responsáveis políticos daquele país norte-africano.

Porque raio tem a segunda figura do Estado português que receber um candidato à liderança do PAIGC? Só porque ele também já foi presidente da Assembleia guineense? Então que escolha outro momento, que não as vésperas de um congresso em que esse ex-presidente de Assembleia é candidato. Apenas porque Jaime Gama é amigo de Malam Bacai Sanhá? Então que o receba na sua casa e não no local de trabalho.

Quando lemos notícias destas temos a certeza que Portugal nunca ajudará a Guiné-Bissau a sair do buraco onde está enfiada. E não o digo por referência à pessoa de Malam Bacai Sanhá. Analiso apenas o lado de Portugal. Em nada me interessa ter sido Malam Bacai Sanhá ou não a ser recebido. Se fosse outro diria o mesmo. Choca-me ver uma instituição republicana receber um candidato a líder de partido político. Qualquer que seja o partido. Qualquer que seja o candidato.

Que a França, a Espanha, a União Europeia (até os chineses...) salvem a Guiné-Bissau! Portugal e a gentinha que governa o miserável rectângulo nunca serão capazes.

AQUI

1 comentário:

pg disse...

Viva Jorge. Sou um leitor atento e entusiasta do seu blog. Escrevo-lhe de Ourém, Portugal. Compreendo as críticas que faz neste e em outros posts. Geralmente concordo com elas, o que não entendo é esse rancor com que fala e parece encaixar todo este miserável rectângulo em que vivo.
Ainda assim aceite este obrigado gigante por um blog fantástico para quem gosta e vive África.

PS Segui as suas recomendações na viagem que fiz à Guiné Bissau. Se quiser espreite algumas fotos em http://www.maisangular.blogspot.com/.

Abraço
Pedro